Adilson
Adilson Puertes nasceu em são Paulo em 1962. Seu maior sonho era ser engenheiro eletricista, mas o destino e a vida o levaram a outro caminho quando um superior da empresa Johnson e Johnson, empresa que trabalhou muitos anos, lhe ofereceu um subsidio cas

PRIMEIRO DESAFIO

Em 1988, atraído pelo mundo dos negócios e em busca de melhor qualidade de vida, veio para Campo Grande com o seu primo, foi quando adquiriram a empresa Tapeçaria Chique.  Neste mesmo período o Shopping Center Campo Grande estava se instalando na cidade e apresentava-se como a única oportunidade de crescimento e de evolução, ameaçando a estabilidade de quem investisse no comércio de rua.

Estimulados pela promessa, enfrentaram o desafio e adquiriram uma loja no Shopping, que inauguraria no ano seguinte. Viabilizaram-se economicamente e financeiramente para a construção da loja, com a esperança de toca-la tranquilamente após a inauguração. Mas o que de fato aconteceu foi que a empresa após a sua inauguração amargou quase um ano e meio de zero de vendas, zero de crescimento e um processo de endividamento profundo, que fez com que em quase dois anos, estivessem à beira da falência.

Uma trágica experiência, mas foi o que proporcionou ao empresário Adilson Puertes a buscar um novo caminho, partindo daquilo que eles já possuíam, que era uma operação de rua e uma operação de Shopping.

ERRO E MUDANÇA

Adilson Puertes cometeu um grande erro ao achar que poderia administrar qualquer negócio, devido aos conhecimentos obtidos em multinacionais em São Paulo e faculdades realizadas, mas que o forçou ele reinventar o seu negócio no final do ano de 1990.

Foi necessária a adequação do novo negócio dentro do Shopping Campo Grande, com novo mix de produto, novo perfil de clientes, novo modo de gestão profissionalizada de 12 horas de operação por dia, sem sábado e domingo.

Mesmo muito endividado, começaram a viajar para São Paulo em busca de mercadorias visando o reposicionamento da empresa, aos poucos a empresa foi mostrando a sua recuperação. Dois anos depois, o negocio no Shopping Campo Grande estava estabilizado a ponto de terem dois negócios viáveis, um na rua e outro dentro do shopping.

DIFICULDADE COM SOCIOS

Em 1992, Adilson Puertes enfrentava grandes dificuldades com seu sócio, seus pensamentos, comprometimento, volume de horas de trabalho e ambições eram diferentes. Foi quando decidiram separar os negócios e nasceu a Studio A, empresa que vinha dessa origem que plantada desde 1988 até 1992.

Sozinho neste novo empreendimento no shopping, focou-se no trabalho árduo e difícil de manter a loja abeta 12 horas diárias e realizar a gestão fora destas 12 horas, o que forçava a trabalhar 16 horas por dia. A Recompensa de tanto esforço foi que após dois anos abriria uma nova loja dentro do shopping, aumentando e diversificando o negocio.

EXPERIENCIA E PERDA DE FOCO

Em 1998, deu início a um novo processo, que foi a introdução de móveis dentro de seu empreendimento, e passou pela experiência de tentar fornecer móveis pra ele mesmo, fabricando estofados em Campo Grande/MS. Desenvolveu uma pequena indústria de fabricação de móveis e estofados, uma experiência maravilhosa, mas que lhe tirou o foco do varejo.

O que de novo me fez ter outra lição, cada vez que se desvia o foco, perde-se velocidade, e energia. Naquela época concluiu que o melhor caminho para a Studio A, empresa bem posicionada no mercado como marca de varejo, não era a indústria.

Decidiu então fechar as duas fábricas, de madeira e de tapeçaria, e forcar no varejo, comprando de outras indústrias, fora de Mato Grosso do Sul com o objetivo de serem mais eficientes, eficazes e focados com o comércio varejista de decorações e móveis.

NOVO SONHO

Com os bons resultados e crescimento da Studio A, foi feita uma grande parceria com uma grife de móveis, chamada Sierra Móveis, que se desenvolveu também tão rapidamente quanto a Studio A e começou o sonho da abertura de uma loja exclusiva da marca Sierra.

Em 2002 o sonho se realizou, a primeira loja exclusiva com mil metros quadrados na Avenida Afonso Pena foi inaugurada e em 2004 a empresa se expandiu com uma loja em Londrina. Em 2012, um novo sonho, foi inaugurada a loja Sierra Garden em Campo Grande/MS, uma empresa especializada em móveis e objetos para a área externa.

APRENDIZADO

Essa experiência focada obtida durante todo esse tempo enfrentando um mercado austero, Adilson percebeu que um dos grandes segredos para ter conseguido se desenvolver, gerado empregos, evoluindo nos negócios, foi primeiro o trabalho muito árduo com foco, isso é a base estrutural de qualquer negócio em qualquer setor, de qualquer pessoa que se diga empreendedora.

Segundo, ele e sua equipe tiveram que estar sempre busca seu nicho de mercado com o que existe de melhor e mais moderno, então foi necessário muito investimento na formação de pessoas e busca de mais informação pra trazer pra Campo Grande.

Isso tem um custo, pessoal, de abstinência, de tempo, viagens prolongadas, de ligações em busca de mais informação para manter-se antenado, além de formar cada vez mais equipes, esse foi o terceiro desafio, que é enfrentado até hoje, pois a formação de pessoas, mas não somente formar, e também mantê-las dentro da estrutura da empresa, com toda a cultura que você passou pra ela, este é um grande desafio.

TRÊS DESAFIOS

Foco e muito trabalho; busca das melhores informações dentro do seguimento de atuação para ser referência no mercado; e ter uma equipe de pessoas capazes e treinadas, com visão de mantê-las dentro da estrutura para não perder os seus conhecimento e ter que começar tudo de novo. Estes foram os desafios encontrados por Adilson Puertes.

A empresa conta atualmente com colaboradores com mais de 20 anos de trabalho, que significa que são pessoas que ficaram na estrutura e colaboram com ela até hoje.

Adilson reconhece a importância dos mais jovens para uma empresa, da busca de agilidade e do novo por eles proporcionados, mas a instabilidade proporcionada pela visão imediatista que os consomem, faz com que a empresa tenha um mix de pessoas de idade mais avançada, mais comprometidas, mais serias, com a vivacidade do jovem do novo, do inovador, que permite a sustentabilidade e continuidade do negócio por várias gerações.

CONCORRENCIA DESLEAL

É fácil colocar a culpa na concorrência, quando de fato o mercado em Campo Grande, assim como em todo o Brasil é muito competitivo, todos se comportam de uma determinada forma sobre o processo de compra, de transporte, de estocagem, exposição e negociação.

As vezes o concorrente é mais rápido, veloz, tem uma visão melhor, ou acha um caminho diferente, mas o que não faz dele um concorrente desleal ou tenha agido de má fé, pois a desonestidade nunca será um dos pilares de fundação de qualquer negócio de sucesso.

Adilson Puertes sempre manteve distância de atividades desonestas por saber que seria uma atividade autodestrutiva para seus negócios. Assim, sempre ao perceber qualquer atividade que seja fora do que ético, moral, ou que julgue não ser correta a atitude, sua reação sempre foi a mesma, o afastamento, pois sabe que mas a médio ou longo prazo essa atividade certamente irá destruir o desenvolvimento lícito conquistado pela empresa.

PROBLEMAS COM CLIENTES INFIEIS (INTERNOS E EXTERNOS)

Abuso de clientes no momento da compra por meio de coação, enganações e má fé já aconteceram algumas vezes, mas o que prevalece são os negócios saudáveis honestos.

Já nosso cliente interno, depois de 25 anos de loja em campo grande, nos tivemos cinco grandes problemas com colaboradores do qual nenhuma a empresa perdeu, fora algumas pequenas coisas corriqueiras, o que mostra que empresa tem uma postura muito ética com o profissional, o colaborador.

FALÊNCIA

A falência chegou perto em 1990, nos dois primeiros anos de Shopping, o ponto quase foi tomado com todos os investimentos feitos e ainda com uma dívida 4x superior ao valor da loja.

Em novembro de 1990, 1 ano após ter aberto a loja, não havia como Adilson não sentir-se emocionalmente e psicologicamente falido. Mas com muito trabalho em um ano com mudança de posicionamento foi possível contornar e fazer a empresa viver de novo.

NOVAS TECNOLOGIAS

Mesmo com mais de 25 amos de história e gerida por pessoas de mais idade a empresa vem mantendo-se atualizada, mas com muita consciência para que estas mudanças não atrapalhem a sustentabilidade do negócio.

Hoje no mercado brasileiro, qualquer empresa não tem folego para acompanhar essas tecnologias na velocidade em que são lançadas. Então os empresários tem que ter consciência que não existe margem que sustente uma empresa querer andar a ponta da tecnologia, a não ser que ela seja uma empresa de tecnologia.

No entanto qualquer outra empresa tem que adquirir uma tecnologia que dure pelo menos 3 a 5 anos, para que ser substituída dentro do seu planejamento estratégico financeiro, e também para que a empresa não fique obsoleta e fora do mercado, é o que Adilson Puertes matem fazendo com sucesso em suas empresas.

PROBLEMAS NA CARREIRA

Sempre por trás da empresa tem o empresário e pessoas, quando você fala das pessoas que fazem parte do corpo de operação da empresa, existe um ir e vir meio natural, as empresas tem que procurar preservar isso, manter na maior parte do tempo pessoas importantes para sua estrutura, desde que elas sejam competentes.

Mas existe por trás de toda empresa outro grande desafio, que é a vida pessoal dos gestores das empresas, porque por trás da empresa existe um ser humano falho, que tem limitações, que tem sonhos, que tem desejos, não é um robô, tem mulher, tem filho, tem uma casa, tem a sua saúde, e que é o gestor da empresa.

Adilson Puertes passou por essa dificuldade de ter na sua vida uma ruptura, a ruptura de seu casamento, que isso modificou a sua estrutura emocional, espiritual, psicológica. Um momento difícil de sua vida que impactou na empresa e nos negócios, e isso é uma coisa inevitável que pode acontecer com qualquer pessoa.

Parte do que aconteceu com ele também foi fruto de seu completo envolvimento com a empresa, então um empresário de sucesso tem que estar atento pra não largar o seus negócios, mas também não largar a família, seus ideais, seus sonhos, seus princípios, aquilo pelo qual foi criado e não perder as coisas mais importantes da vida por conta dos negócios.

NOVO DESAFIO

São mais de 50 anos de história para Adilson Puertes, que nasceu e cresceu em São Paulo, trabalhou na empresa multinacional Johnson & Johnson, se formou em economia pela FAAP em São Paulo. Atualmente possui três lojas de Móveis em Campo Grande: Studio A Móveis, Sierra Móveis e Sierra Garden, além da loja Sierra Móveis em Londrina. Somando todas as empresas ele tem um total de 40 a 50 colaboradores.

Adilson Puertes tem a consciência que a vida pessoal dele é importante e que chegará o dia em que ele não terá mais condições físicas, emocionais, tecnológicas, para fazer com que a empresa continue sobrevivendo.

Após toda esta conquista, o próximo grande desafio do empresário deve ser o processo de sucessão com o objetivo de perpetuar o sucesso adquirido, para isso ele prevê o planejamento estratégico, econômico e financeiro para manter a empresa nas próximas gerações. 

 

 

Voltar